_MG_9517

O Navio Doca Multipropósito Bahia chegou ao Brasil nesta semana e acaba de ser incorporado à Marinha. Foto: Rogério Melo/PR

A presidenta Dilma Rousseff estará nesta quarta-feira (6) em Salvador (BA) para conhecer o mais novo integrante da esquadra da Marinha do Brasil: o Navio Doca Multipropósito Bahia, adquirido por meio de um acordo firmado entre os governos brasileiro e francês.

O NDM Bahia foi projetado para o transporte e desembarque de tropas, veículos e equipamentos de combate diretamente na área de operações. A embarcação possui capacidade para carregar e descarregar, pelo mar ou pelo ar, e para operar com embarcações de desembarque em mar aberto.

Além das chamadas operações anfíbias, o NDM Bahia também está apto para operações de evacuação de não combatentes, em caso de regiões de conflito. Ainda é possível dar apoio em ações humanitárias e em regiões atingidas por catástrofes, considerando que o navio possui uma estrutura hospitalar de 500 metros quadrados com leitos, centro cirúrgico, UTI e equipamentos odontológicos, entre outros.

Para o capitão de mar e guerra Luis Felipe Monteiro Serrão, comandante do NDM Bahia, a Marinha brasileira amplia a sua capacidade de apoio na defesa do País. “Esse navio vem para, junto com os demais navios da Marinha do Brasil, cumprir os papéis que são descritos para a nossa Força. Esse navio vem incrementar uma série de outras tarefas que já são realizadas pelos demais navios”, afirma.

O comandante destaca que o NDM Bahia é um dos poucos da frota brasileira com a capacidade de operar simultaneamente até três aeronaves de médio porte. “Além dele, só possuímos o porta-aviões São Paulo, que tem uma capacidade maior, mas esses diferenciais agregam muito valor às nossas atividades e a nossa estratégia nacional prevê que tenhamos cada vez mais meios de projetar poder sobre terra”, assegura.

 

Fonte Blog do Planalto